Seu site de estilo (e qualidade) de vida

02/12/2013 - 23:16

Pipoca tem mais fibras do que alface

da Redação

Que ela é a melhor companhia para uma sessão de cinema ou um filminho em casa ninguém tem dúvida. Mas o que muitos desconhecem é que a pipoca, ao contrário do que se pensa, não é uma vilã e sim a mocinha. Ela, literalmente, estoura em matéria de benefícios segundo pesquisa divulgada recentemente pela American Chemical Society.

Além de possuir mais fibras que a alface, por exemplo, o petisco ainda é pouco calórico e rico em uma substância conhecida como amido resistente, que é um ótimo tipo de carboidrato. Com isso ela não provoca elevações repentinas das taxas de açúcar no sangue, garante a saciedade por mais tempo e previne o diabetes. Quem esclarece é Mariana de Souza da Silva, nutricionista da Zaeli Alimentos.

Segundo a especialista não é de hoje que estudos revelam que a pipoca oferece ganhos a saúde: “Pesquisas já demonstraram, por exemplo, que o nutriente que está presente na parte branquinha da pipoca, ajuda a reduzir os riscos de câncer no aparelho digestivo”. Mas ela alerta: “Para que o alimento exerça de fato seus benefícios o ideal é pegar a tradicional pipoqueira e estourar o milho em casa mesmo, isso com o mínimo de óleo e sal possível”, afirma.

Mais saudável do que se pensa

Mais saudável do que se pensa

Segundo Mariana o ideal para estourar o grão é no máximo uma colher de óleo e uma pitada de sal. “Feito dessa forma a pipoca é saudável, saborosa e ainda traz benefícios para a saúde. A pipoca oferece ácido fólico, vitamina importante para mulheres em idade fértil e que desponta como protetora do coração. Contêm ainda pequenas doses de minerais como o fósforo e o potássio, uma dupla que atua no sistema nervoso, na formação dos ossos e na manutenção dos músculos” alega a nutricionista da Zaeli. Ah, por essa você não esperava, não é?

Comentários

comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>